Quanex obtém decisão favorável em acordo com Gerdau

O grupo siderúrgico norte-americanoQuanex, que fez acordo para vender sua unidade de produtosautomotivos para a Gerdau, informou na sexta-feira que umtribunal do Texas negou o pedido de uma empresa deinvestimentos para suspender temporariamente o acordo. A Quanex, que fabrica produtos de aço e alumínio para asindústrias automotivas e de construção, informou que umtribunal distrital do condado de Harris negou pedido daMomentum Partners para interrupção temporária do acordo daempresa com uma subsidiária da Gerdau. A companhia informou em novembro passado que seu conselhoaprovou a separação de sua divisão de produtos para construção.Depois dessa separação, a Gerdau deve pagar cerca de 39,20dólares por ação da unidade automotiva. O preço da venda indicava um valor total de cerca de 1,67bilhão de dólares para a divisão automotiva em novembro, quandoo acordo foi anunciado. As ações da Gerdau operavam em alta de 0,88 por cento às14h26 (horário de Brasília), cotada 57 reais. No mesmoinstante, o Ibovespa recuava 1,08 por cento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.