Wilton Junior|Estadão
Wilton Junior|Estadão

Quarta rodada do pré-sal tem recorde de 16 manifestações de interesse

Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), inscrições foram feitas pelas maiores petroleiras do setor

Denise Luna, O Estado de S.Paulo

24 Abril 2018 | 16h58

RIO- A 4ª Rodada de Partilha de Produção em blocos localizados no pré-sal brasileiro atraiu um número recorde de petroleiras, informou a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que recebeu ao todo 16 manifestações de interesse para participação no leilão, previsto para 7 de junho.

+ Raízen compra ativos de refino e distribuição da Shell na Argentina por US$ 950 mi

Segundo a ANP, além de ser um número recorde de pedido de inscrição em rodadas do pré-sal, foram feitas pelas maiores petroleiras do setor, informou, sem dar detalhes. Os pedido ainda terão que ser analisados pela Comissão Especial de Licitação da agência antes de serem divulgados, informou o órgão regulador em nota.

+ Déficit no refino de combustível deve crescer com retomada da economia

A 4ª Rodada vai oferecer quatro áreas, depois que o prospecto Saturno foi retirado do certame para compor a 5ª Rodada de Partilha de Produção, também previsto para este ano. A 5ª Rodada porém depende de autorização do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), cuja reunião extraordinária com essa finalidade está prevista para 4 de maio.

+ Petrobrás negocia trocar investimento chinês em refino por petróleo, dizem fontes

Serão ofertadas na 4ª Rodada as áreas de Itaimbezinho e Dois Irmãos, na bacia de Campos, e Três Marias e Uirapuru, na bacia de Santos. O bônus de assinatura são fixos e o mais caro é da área de Uirapuru, no valor de R$ 2,65 bilhões; seguido por Dois irmão, bônus de R$ 400 mil; Três Marias, R$ 100 mil; e Itaimbezinho, R$ 50 mil. Além do bônus de assinatura, as empresas têm que oferecer o porcentual de lucro-óleo que cederão à União. Ganha quem oferecer o maior lucro-óleo, que é o resultado da produção menos o custo-óleo.

+ Governo fará leilão extra de blocos do pré-sal em agosto

Mais conteúdo sobre:
Petrobráspré-sal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.