Queda de avião tem 2 mortos e 5 desaparecidos na França

Um Airbus A320 da companhia Air New Zealand, que fazia um vôo de teste, caiu no mar Mediterrâneo na costa sudoeste da França nesta quinta-feira, matando pelo menos duas pessoas enquanto outras cinco ainda estão desaparecidas, disseram autoridades. A autoridade francesa de segurança e aviação civil disse que o acidente aconteceu às 16:46 no horário local (13:46 no horário de Brasília), quando a aeronave se aproximava do aeroporto de Perpignan, no sudoeste da França, depois de um vôo que durou cerca de uma hora. Uma testemunha disse a uma rádio francesa que viu o Airbus se inclinar para baixo abruptamente e mergulhar no mar. "Pude ver que era um avião de passageiros por que vi dois motores grandes. Não havia fogo", disse a testemunha, um policial local, à Rádio France Info. "Ele estava voando reto, e então virou para baixo bruscamente. Eu pensei comigo mesmo que ele nunca conseguiria subir e ele caiu na água", disse. Autoridades locais disseram que equipes de resgate com cinco barcos, dois grupos de mergulhadores e um helicóptero estavam no lugar do acidente, mas que as condições de busca estavam precárias, com mau tempo e escuridão. Uma embarcação da marinha foi designada para procurar a aeronave, segundo as autoridades. Dois corpos foram recuperados mas não há esperança de que os outros a bordo sejam encontrados com vida. Não se sabem as razões para o acidente. "Não temos detalhes sobre as causas prováveis do acidente", disse o presidente da Air New Zealand Rob Fyfe em uma coletiva de imprensa em Auckland. Ele disse que cinco neozelandeses e dois alemães estavam a bordo da aeronave. (Reportagem adicional de Jean-Francois Rosnoblet em Marselha, Elizabeth Pineau e Gerard Bon em Paris, Adrian Bathgate em Wellington e Nicola Leske em Frankfurt)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.