Alexandre Genga/Divulgação/Raia Drogasil
Alexandre Genga/Divulgação/Raia Drogasil

Raia Drogasil terá clínica popular ‘colada’ em suas farmácias

Líder do setor de drogarias comprou uma participação minoritária no Labi Exames no fim de 2021; as duas primeiras unidades foram abertas na capital paulista nesta semana

Wesley Gonsalves, O Estado de S.Paulo

01 de abril de 2022 | 14h11

O Labi Exames vai abrir uma rede de clínicas populares “colada” nas farmácias da rede Raia Drogasil: trata-se do Labi Clínicas, que é fruto da aquisição da healthtech de saúde, realizada em dezembro de 2021. As duas primeiras unidades foram abertas nas regiões do Grajaú e de Brasilândia, na capital paulista. A companhia não revela o total de investimentos no projeto. Criada em 2017, atualmente o Labi possui 28 unidades instaladas nos Estados do Rio de Janeiro e São Paulo

Durante a pandemia, as farmácias foram autorizadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) a realizar exames laboratoriais de menor complexidade, como os testes de covid-19. Agora, com a estratégia de unir parede a parede as duas marcas, a Raia Drogasil terá uma maior gama de exames disponíveis aos clientes, como testes clínicos, check-ups, aplicação de vacinas e até consultas por telemedicina. 

Segundo o presidente da companhia, Marcílio Pousada, a parceria com o Labi servirá como um “projeto piloto”, que tem potencial para ser replicado em outros endereços da rede. “O Labi traz competências que nós não temos como farmácia. Dois exemplos são a telemedicina e os exames. A união desses dois negócios vai trazer mais uma ferramenta para a saúde do consumidor”, diz o presidente da RD. 

Para Alberto Serrentino, fundador da consultoria Varese Retail, especializada em varejo, a iniciativa da RD traz para o Brasil um modelo de negócio já comum em outros mercados, como o dos EUA, que une empresas com competências complementares, formando um ecossistema de serviços de saúde. 

Serrentino acredita, ainda, que em breve, outras companhias devem seguir esse caminho, ampliando seus serviços. "A pandemia de covid-19 trouxe um grande avanço para o setor ao derrubar algumas travas regulatórias. Agora é permitido esse tipo de parceria entre farmácias e clínicas de saúde.” 

Além dos tradicionais serviços laboratoriais, as clínicas recém-inauguradas trarão a opção de consultas médicas focadas em casos de baixa complexidade, a preços populares. O atendimento será feito de maneira híbrida por um time multidisciplinar, com auxílio de uma equipe de enfermagem para a triagem presencial seguida da consulta por telemedicina. 

O presidente do Labi Exames, Marcelo Noll Barboza, explica que o projeto vinha sendo desenvolvido há pouco menos de um ano, e os endereços das clínicas foram escolhidos em regiões mais distantes do centro da cidade, de olho na população de menor poder aquisitivo e que depende do Sistema Único de Saúde (SUS). 

O Labi Clínicas realizará atendimentos médicos a R$ 69,90 por consulta. “Nós estamos acompanhando o aumento na demanda por consultas médicas de baixa complexidade que cresceu ainda mais na pandemia”, conta Barboza.

Tudo o que sabemos sobre:
farmáciaRaia Drogasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.