Randon tem queda de 20% na receita líquida do 3o trimestre

A fabricante de implementos rodoviários Randon teve queda anual de 20 por cento na receita líquida do terceiro trimestre, impactada pela fraqueza do setor veículos do país.

REUTERS

20 de outubro de 2014 | 11h13

A companhia divulgou nesta segunda-feira que encerrou setembro com faturamento líquido consolidado de 330 milhões de reais, o que completou receita líquida no trimestre passado de 887 milhões de reais ante 1,113 bilhão reportado um ano antes.

As vendas de caminhões no Brasil acumulam queda de 14 por cento de janeiro a setembro, para 99 mil unidades, segundo dados do setor.

Segundo a Randon, a receita líquida consolidada da companhia mostra queda de 9,5 por cento de janeiro a setembro, a 2,867 bilhões de reais.

Às 10h23, as ações da Randon exibiam desvalorização de 1,44 por cento, enquanto o Ibovespa tinha recuo de 0,89 por cento.

Além dos dados consolidados da Randon, a controlada Fras-le, voltada à produção de materiais de fricção como freios, divulgou alta de 27 por cento no faturamento de setembro sobre o mesmo período do ano passado, para 76,9 milhões de reais.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSRANDONSETEMBRO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.