Rede Dia quer acelerar expansão em países emergentes

A rede espanhola de supermercado de desconto Dia, uma unidade do grupo Carrefour, pretende acelerar sua expansão nos mercados emergentes após a listagem planejada de suas ações na Bolsa de Madri, disse o executivo-chefe da empresa, Ricardo Curras. O Dia acredita haver "um grande potencial para crescimento" nos mercados de rápida expansão nos próximos anos, disse Curras para analistas e jornalistas na Bolsa de Madri. "Acreditamos que o contato direto com o mercado irá nos ajudar a ampliar nossos investimentos mais do que se fôssemos parte de uma empresa controladora, situação que impõe algumas restrições", disse Curras.

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

18 de maio de 2011 | 16h14

O Dia pretende realizar a oferta pública inicial (IPO) de suas ações em 5 de julho, após a proposta ter sido aprovada pelos acionistas do Carrefour em 21 de junho.

A terceira maior rede de varejo de desconto do mundo pretende ter 8 mil lojas abertas até 2013 em sete países nos quais opera. Atualmente, a rede possui 6,3 mil lojas. A empresa descarta participar de fusões e aquisições.

O Dia espera realizar investimentos anuais de cerca de 300 milhões de euros a 350 milhões de euros até 2013. Embora os mercados mais importantes para o Dia sejam Espanha e Portugal, respondendo por 51% do total das receitas em 2010, a empresa possui redes na França, Turquia, Brasil, Argentina e China.

Em 2010, a empresa reportou receitas de 9,60 bilhões de euros e prevê que atinjam 9,97 bilhões de euros em 2011. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.