Redecard tem lucro 11,2% maior no 1º trimestre

No período, empresa lucrou  R$ 352,6 milhões ante R$ 317,2 milhões no primeiro trimestre de 2009

Reuters,

30 de abril de 2010 | 09h37

A Redecard registrou um lucro 11,2% maior no primeiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, com crescimento no volume de transações de crédito e débito. Ao final de março, o lucro dos três meses anteriores somou R$ 352,6 milhões ante R$ 317,2 milhões no primeiro trimestre de 2009 e ganho de R$ 401,1 milhões no último quarto do ano passado. Na véspera, a rival Cielo divulgou alta de 32,1% no lucro líquido, para R$ 440,2 milhões.

A Redecard capturou R$ 39,8 bilhões em transações com cartões de crédito e débito no primeiro trimestre, crescimento de 23,1% sobre os três primeiros meses de 2009.

A empresa apresentou custos de serviços prestados de R$ 142 milhões no trimestre passado, crescendo 13,4% sobre o mesmo período do ano passado.

A companhia teve uma geração ajustada de caixa, medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês), de R$ 565 milhões, alta de 11,6% na comparação anual. Enquanto isso, a receita líquida somou R$ 805,9 milhões, expansão de 13,1%.

A base de equipamentos instalados pela Redecard, ao final de março, atingiu 1.014.250 unidades, 15% superior à base de março de 2009. Com isso, a receita com aluguel de equipamentos avançou 12,7% na comparação com o primeiro trimestre de 2009 e 5,4% frente aos três últimos meses do ano passado, para R$ 206,5 milhões.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.