Refinaria Pasadena, da Petrobras, desliga unidade de craqueamento

A Petrobras informou um desligamento na unidade de craqueamento catalítico fluido da refinaria de Pasadena, no Texas, Estados Unidos, após um desligamento automático das caldeiras, de acordo com registro de reguladores de poluição do Estado.

REUTERS

10 de julho de 2014 | 10h12

Pasadena tem capacidade para processar 100 mil barris de petróleo por dia.

"A refinaria passou por uma redução de produção de vapor, devido a desligamento automático das caldeiras", na terça-feira, de acordo com o registro da Comissão de Qualidade Ambiental do Texas.

A unidade de craqueamento catalítico fluido foi fechada para equilibrar a demanda de vapor da refinaria, acrescentou o registro.

(Por Koustav Samanta, em Bangalore)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAPETROBRASREFINARIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.