Renault diz estudar possível fechamento de fábricas

A fabricante francesa de veículos Renault está considerando o fechamento completo de fábricas por causa da má situação do mercado automotivo europeu, afirmou o presidente operacional da montadora, Carlos Tavares, a um jornal alemão.

Reuters

30 de setembro de 2012 | 12h57

"Estamos atualmente falando com os sindicatos e explicando a eles quão grande são as lacunas em nossa competitividade", disse ao jornal alemão de negócios Automobilwoche.

"Temos um problema de competitividade na Europa ocidental e na França", acrescentou.

O prolongado declínio do mercado automotivo europeu está fazendo até mesmo que montadoras mais confiantes, como a Volkswagen, sintam-se vulneráveis. "Estamos esperando por mais notícias negativas em 2013, talvez também em 2014", disse Christian Klingler, chefe de vendas da VW, na semana passada.

Tavares indicou que a cooperação da Renault com a Nissan deu à montadora bons níveis de produtividade nas fábricas da Nissan de Sunderland, Reino Unido, e Barcelona, na Espanha.

"Essas fábricas são realmente de ponta", disse o executivo, acrescentando que há conversas sobre se a Nissan pode tornar a capacidade de produção disponível para a Renault. "É uma possibilidade".

(Por Jonathan Gould)

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSRENAULTFABRICAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.