Rodolfo Buhrer / Renault / Fotoarena
Rodolfo Buhrer / Renault / Fotoarena

Renault suspende atividade de fábrica na Rússia

Em nota, a montadora informou estar implementando medidas para cumprir sanções internacionais ao país, que está em guerra contra a Ucrânia desde o fim de fevereiro

 Matheus Andrade, O Estado de S.Paulo

23 de março de 2022 | 18h58

A montadora Renault anunciou nesta quarta-feira, 23, que as atividades industriais em Moscou, na Rússia, estão suspensas a partir deste dia. Em comunicado, o grupo afirmou que está implementando as medidas necessárias para cumprir as sanções internacionais, enquanto "atua com responsabilidade" em relação aos seus 45 mil funcionários no país, que está em guerra contra a Ucrânia desde o fim de fevereiro.

Consequentemente, a Renault foi forçada a rever suas perspectivas financeiras para 2022 com uma margem operacional de cerca de 3% ante 4% anteriormente.

"O grupo prossegue a sua política comercial baseada no valor, reforçando a sua competitividade e acelerando o seu programa de redução de custos", informou a empresa, em nota.

Mais de 200 empresas, como McDonalds e Burger King, decidiram suspender temporariamente as atividades na Rússia desde o começo da guerra contra a Ucrânia, que já dura mais de um mês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.