Repsol encontra petróleo em águas profundas no Brasil

A empresa de petróleo espanhola Repsol afirmou que o seu consórcio brasileiro, que inclui a Petrobras, descobriu dois níveis de petróleo de boa qualidade em águas profundas na costa do Brasil. A descoberta no poço Gávea, localizado a cerca de 118 milhas da costa do Rio de Janeiro, ocorre num momento em que a Repsol, como outras companhias do setor, centram foco na pesquisa de petróleo em lugares onde a extração é mais difícil, como águas profundas.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

28 de junho de 2011 | 11h05

A descoberta no Gávea é a mais significante feita na área do pré-sal da Bacia de Campos, informou a companhia em entrevista à imprensa. A Repsol afirmou que ainda estava analisando os resultados do poço antes de continuar a explorá-lo.

O poço, controlado por um consórcio no qual a Repsol e sua parceira China Petrochemical Corp. (Sinopec) têm uma participação de 35%, atingiu uma profundidade final de cerca de 22.500 pés. O outro parceiro da Repsol no projeto é a norueguesa Statoil. A Sinopec pagou US$ 7,1 bilhões no ano passado pela participação nas operações brasileiras da Repsol. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.