Repsol investe US$ 80 milhões em nova empresa no México

Join venture se chamará Kuosol e será formada por 50% de capital da Repsol e 50% do Grupo Kuo

Eduardo Magossi, da Agência Estado,

28 de outubro de 2010 | 16h29

A espanhola Repsol anunciou hoje a realização de uma joint venture com a empresa mexicana Kuo para a produção de biodiesel a partir de pinhão manso no México. A nova empresa se chamará Kuosol e será formada por 50% de capital da Repsol e 50% do Grupo Kuo. Com investimentos conjuntos de US$ 80 milhões, a empresa deverá iniciar produção em 2013.

A Repsol é uma empresa do setor energético que atua com o desenvolvimento de hidrocarbonetos em mais de 30 países e é considerada uma das dez maiores petrolíferas privadas do mundo. O Grupo Kuo é um conglomerado industrial que produz desde alimentos processados a borracha sintética.

A Kuosol irá atuar de forma vertical, desde a produção agrícola até o processamento industrial. O objetivo é o aproveitamento integral da biomassa de plantações de pinhão manso, a produção de óleo como matéria-prima para biocombustíveis e a geração de bioeletricidade através da queima do resíduo restante.

O Grupo Kuo iniciou em 2008 um projeto piloto no estado de Yucatán, México, para a produção de bioenergia a partir de cultivos de segunda geração, que não competem com a produção de alimentos e em terrenos sem vocação agrícola. A primeira fase foi desenvolvida com mais de 300 hectares de pinhão manso, oleaginosa da qual se obtém um óleo que, posteriormente, é utilizado para a produção de biodiesel.

O projeto prevê o plantio de 10 mil hectares de pinhão manso em Yucatán e produção de 44 milhões de litros de óleo vegetal, matéria-prima para o biodiesel. Também se pretende utilizar a biomassa das plantações para cogerar eletricidade para consumo próprio e comercialização dos excedentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.