Reservas provadas da Petriobras crescem 1,2% em 2007

A Petrobras anunciou nestaterça-feira que terminou 2007 com reservas provadas no Brasilde 13,920 bilhões de barris de óleo equivalente (boe),crescimento de 1,2 por cento em relação a 2006, devido a 53novas descobertas. As reservas de petróleo e condensado totalizaram 11,8bilhões de barris, enquanto que as de gás natural atingiram336,72 bilhões de metros cúbicos. "Durante o ano de 2007, foram apropriados 875 milhões deboe às reservas provadas (no país), contra uma produçãoacumulada de 708 milhões de boe", informou a estatal em umcomunicado. Já as reservas provadas no exterior caíram 14,2 por centono ano passado, para 1,090 bilhão de boe. "A apropriação de reservas provadas (fora do Brasil) foisuplantada pela produção do período aliada à revisão doscontratos existentes na Bolívia, e revisões técnicas ocorridasno Equador e nos Estados Unidos, resultando na redução dereservas de 180 milhões de boe", segundo a Petrobras. Os números são baseados nos critérios da Society ofPetroleum Engineers (SPE). Os dados não incluem o campo de Tupi, na bacia de Santos,anunciado no final do ano passado. A empresa estima que o campoproduzirá de 5 bilhões a 8 bilhões de barris de petróleo leve egás, mas a Petrobras ainda tem que declarar Tupi comercialmenteviável. A empresa afirmou ainda que está realizando estudos deviabilidade em 24 campos, incluindo Tupi, o que pode ajudar aaumentar as reservas. (Reportagem de Cesar Bianconi e Elzio Barreto, Edição deDenise Luna)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.