Resultados da Fiat SpA no 3o trimestre superam expectativas

A montadora italiana Fiat SpA disse que poderá dar baixa em alguns investimentos passados, após anunciar lucro melhor do que o esperado no terceiro trimestre nesta quarta-feira, e depois da confirmação de metas para o ano.

REUTERS

21 de outubro de 2009 | 09h22

A Fiat, que detém 20 por cento da montadora norte-americana Chrysler, disse que o lucro operacional do grupo foi de 308 milhões de euros (459,9 milhões de dólares), enquanto suas receitas para o período compreendido entre julho e setembro caíram 15,9 por cento, para 12 bilhões de euros.

Analistas esperavam lucro comercial para o grupo Fiat de 249 milhões de euros, na média, de acordo com pesquisa da Reuters junto a analistas. A receita média estimada era de 11,865 bilhões de euros.

Para a unidade de automóveis, que inclui as marcas Lancia, Alfa Romeo e Fiat, o lucro operacional foi de 155 milhões de euros, bem acima das expectativas dos analistas, que apontavam para média de 118 milhões de euros.

A Fiat confirmou ainda suas metas para o ano de 2009, de lucro operacional de mais de 1 bilhão de euros e endividamento inferior a 5 bilhões de euros.

A montadora disse que como resultado do alinhamento dos negócios com a Chrysler, poderá "revisar a viabilidade futura de alguns investimentos passados, que precisam de baixa, como itens não usuais".

A Fiat acrescentou que as medidas não devem ter impacto no caixa.

As ações da montadora italiana ampliaram as perdas após a divulgação dos resultados e mostravam baixa de mais de 3 por cento, acompanhando o desempenho de outros papéis do setor. Um operador disse que a reação do mercado " pode ser um pouco exagerada".

(Reportagem de Maria Pia Quaglia e Jo Winterbottom)

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSFIATRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.