Rio Tinto deve vender volume recorde para China este ano

O presidente da Rio Tinto Iron Ore Asia, Alan Smith, afirmou nesta quarta-feira, 08, que as vendas de minério de ferro para a China devem atingir um novo recorde este ano, em função da alta na demanda por aço. Segundo ele, apesar de receios com uma possível desaceleração na China, a demanda por aço no país deve crescer a uma taxa anual de 3% na próxima década, atingindo o pico de 1 bilhão de toneladas em 2030.

Agencia Estado

08 de maio de 2013 | 12h52

As vendas de minério de ferro da Rio Tinto para a China somaram 147 milhões de toneladas em 2012, um recorde que deve ser superado este ano. Segundo Smith, a companhia está "bem posicionada na curva de custos" para fornecer minério para o país, não obstante a volatilidade nos preços.

Atualmente, a Rio Tinto tem uma capacidade de produção anual de minério de ferro de 237 milhões de toneladas, que deve subir para 290 milhões de toneladas no terceiro trimestre. A companhia tem "reservas provadas e prováveis" de 2,9 bilhões de toneladas de minério. "Nós temos mantido uma base de reservas de quase 2,9 bilhões de toneladas nos últimos sete anos. Além das reservas de minério, temos 18,4 bilhões de toneladas em recursos minerais", afirmou o executivo. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Rio TintovendasChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.