Rio Tinto prorroga oferta de US$ 3,9 bi pela Riversdale

Principal acionista da empresa afirmou que ainda não decidiu se vai manter ou vender sua participação

Reuters,

24 de fevereiro de 2011 | 07h46

A mineradora global Rio Tinto prorrogou sua oferta de US$ 3,9 bilhões para aquisição da produtora de carvão Riversdale para 18 de março, depois que o principal acionista da empresa que opera na África afirmou que ainda não decidiu se vai manter ou vender sua participação.

A Rio prorrogou a expiração de sua oferta em duas semanas pela segunda vez enquanto tenta assegurar aceitação de sua proposta por 50,1% dos acionistas da Riversdale.

A maior acionista da produtora de carvão, o grupo siderúrgico indiano Tata Steel, informou na quarta-feira que ainda não tomou uma decisão sobre o que vai fazer com sua participação de 24%.

No início deste mês, o diretor da Tata Steel, Hemant Nerurkar, afirmou à Reuters que a Tata Steel estava interessada principalmente em assegurar fornecimento de carvão da Riversdale e que estava negociando com a Rio Tinto uma série de opções.

A Rio Tinto não comentou o progresso das discussões com os acionistas da Riversdale, incluindo com a Companhia Siderúrgica Nacional, que aumentou sua participação na produtora de carvão para 19,9% no início deste mês.

Se a Tata e a CSN mantiverem suas participações, a Rio Tinto pode ainda obter o controle da Riversdale, mas não poderá seguir adiante com uma aquisição total da companhia.

A Riversdale divulgou nesta quinta-feira que sofreu prejuízo de primeiro semestre de 11,5 milhões de dólares australianos, por causa principalmente de baixas contábeis em investimentos com exploração.

A Rio Tinto se interessa pela Riversdale pelo carvão siderúrgico de alta qualidade das minas da empresa em Moçambique.

Tudo o que sabemos sobre:
SIDERURGIARIOTINTORIVERSDALE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.