Rodrigues pode anunciar saída de Dimarzio em breve

Brasília, 8 - O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, pode anunciar, nos próximos dias, a troca do secretário executivo da pasta, o engenheiro agrônomo José Amauri Dimarzio. Fonte do governo disse que o secretário, que ocupa o cargo desde o começo do governo Lula, teria pedido para deixar o cargo. Dimarzio teria alegado que queria ter mais tempo livre para cuidar de seus negócios, entre eles uma fazenda de pecuária na região de Acreúna, em Goiás. Um dos cotados para assumir o cargo é o atual presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Luís Carlos Guedes Pinto. Embora a Conab seja ligada ao Ministério da Agricultura, a indicação de Guedes para a presidência da Companhia coube ao então ministro da Segurança Alimentar e Combate à Fome, José Graziano, hoje assessor da Presidência da República. Com a troca na secretaria-executiva, o ministro Roberto Rodrigues terá então espaço para iniciar o processo de reestruturação do Ministério. Em várias ocasiões, o ministro fez críticas à atual estrutura. Segundo ele, embora o agronegócio tenha evoluído bastante, o Ministério não acompanhou este ritmo, impondo uma série de entraves aos agricultores. Rodrigues disse que sua meta é modernizar a pasta. "O Ministério não pode ser freio para o desenvolvimento do setor", costuma comentar. O ministro quer, por exemplo, criar no Ministério uma secretaria especializada em contenciosos internacionais.

Agencia Estado,

08 de dezembro de 2004 | 10h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.