Rússia e China fazem segundo acordo para fornecimento de gás

Rússia e China assinaram os termos para um acordo de fornecimento de gás pela chamada rota ocidental, meses depois que os dois países selaram um acordo de 400 bilhões de dólares em que Moscou entregará à Pequim 38 bilhões de metros cúbicos de gás por ano.

REUTERS

09 de novembro de 2014 | 10h36

O memorando de entendimento foi assinado entre a russa Gazprom e a estatal chinesa National Petroleum Corporation (CNPC), afirmou o governo russo em comunicado.

Sob os termos do novo entendimento, a CNPC também vai comprar 10 por cento de participação na russa Vankorneft, que é uma subsidiária da maior petrolífera russa, a Rosneft.

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIARUSSIACHINAGAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.