Rússia libera carne bovina do Minerva de Bataiporã-MS

O serviço sanitário russo (Rosselkhoznadzor) publicou nesta quarta-feira, 27, em seu site a liberação da importação de carne bovina desossada e in natura da planta frigorífica de SIF 2100, situada no município de Bataiporã (MS), de propriedade do Minerva. As compras de carne da unidade estavam suspensas pela Rússia desde outubro do ano passado.

VENILSON FERREIRA, Agencia Estado

27 de novembro de 2013 | 20h09

Segundo o Ministério da Agricultura, a liberação ocorreu após o serviço brasileiro de defesa agropecuária entregar às autoridades russas os documentos necessários para comprovar que foram corrigidos os problemas que motivaram a suspensão das vendas. O estabelecimento deve ser liberado para retomar as exportações nos próximos dias.

O Ministério da Agricultura lembra que foi a sexta liberação neste mês de estabelecimentos brasileiros, suspendendo as restrições temporárias. Na sexta-feira, 22, duas unidades processadoras de suínos foram liberadas: Alibem, de Santo Ângelo (RS) - suspenso desde 2011, e da Pamplona Alimentos, de Rio do Sul (SC) - suspenso desde 2012. Outros três frigoríficos de carne bovina liberados foram Mataboi (desde 2011), em Goiás, Marfrig (desde 2011), em Mato Grosso, e JBS (desde 2009), em Rondônia.

O governo lembra que em outubro os russos liberaram importações de seis frigoríficos brasileiros. A Rússia é um dos principais compradores de carne bovina brasileira. Entre janeiro e outubro deste ano as exportações geraram receita de US$ 1,52 bilhão, valor 6,2% acima do registrado em igual período do ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
agronegóciocarneRússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.