Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Rússia prevê criação de 40 mil empregos com entrada do país na OMC

Segundo o ministro de Desenvolvimento Econômico do país, o fluxo de investimentos diretos também deve aumentar

Cynthia Decloedt, da Agência Estado,

16 de dezembro de 2011 | 17h26

GENEBRA - O vice-ministro de Desenvolvimento Econômico da Rússia, Stanislav Voskresensky, disse que a entrada da Rússia na Organização Mundial do Comércio (OMC) poderá resultar na criação de 40 mil novos empregos no país. "Ao retirar os limites as exportações russas, as estimativas são de que 40 mil empregos adicionais podem ser criados na Rússia", afirmou Voskresensky. Ele observou ainda que a adesão deverá aumentar o fluxo de investimentos diretos no país.

Voskresensky disse também que a Rússia somente vai considerar uma contribuição ao mecanismo de ajuda à zona do euro como membro do FMI. "Todos estão sendo afetados, porque a economia é global; estamos entrando em uma nova fase da realidade", afirmou. "A realidade onde o crescimento virá das chamadas economias emergentes...nossa previsão é de que a zona do euro irá crescer próximo a zero no ano que vem", acrescentou.

A inclusão da Rússia na OMC foi anunciada nesta sexta-feira, após 18 anos de negociação.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
russiaomcempregos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.