Sabesp diz a Cade que quer reparação de prejuízo causado por cartel

Se a ação for confirmada, será a primeira ação civil privada desse tipo

Célia Froufe, da Agência Estado,

20 de outubro de 2010 | 12h31

Um representante da área jurídica da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) esteve há pouco no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para comunicar informalmente ao órgão antitruste que a estatal pretende entrar na Justiça para obter ressarcimento dos prejuízos causados pelo cartel dos gases industriais e hospitalares, condenado no mês passado pelo Conselho. O anúncio oficial está previsto para sexta-feira, quando o presidente da Sabesp e ex-presidente do Cade, Gesner Oliveira, deve ir até a sede do órgão antitruste, em Brasília.

Se a ação for confirmada, será a primeira ação civil privada desse tipo. Durante a leitura do voto que condenou o cartel de gases, o conselheiro relator do caso, Fernando Furlan, incentivou os prejudicados a buscarem seus direitos na Justiça. 

Tudo o que sabemos sobre:
SabespsaneamentoCadeconcorrência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.