Safra 2004/05: Minas receberá R$ 2,8 bi em recursos para custeio

Belo Horizonte, 8 - O governo de Minas Gerais e o Banco do Brasil assinam amanhã um convênio para a liberação de R$ 2,8 bilhões para custeio da safra 2004/2005. O valor é 33,3% superior ao liberado no ano passado, de R$ 2,1 bilhões. O plano do governo federal para o financiamento da produção nacional foi anunciado em agosto deste ano e prevê um total de R$ 39,5 bilhões para a agricultura empresarial. De acordo com informações da Secretaria de Estado da Agricultura em Minas, a evolução da concessão de crédito agrícola no Estado tem sido verificada principalmente nos segmentos da agricultura familiar e nos contratos de Cédulas de Produto Rural (CPRs). No primeiro caso, o volume de recursos aplicados aumentou 99,93% na safra 2003/2004 em relação ao período anterior. Já em relação às CPRs, o Estado ocupa o primeiro lugar em número de contratos. No ano passado, segundo a superintendência Estadual do Banco do Brasil, Minas Gerais ampliou a participação em âmbito nacional nesta forma de financiamento, passando de 8,58% (2002) para 10,10% (2003) em número de operações e de 9,56% para 10,24% em volume de recursos. Os contratos de CPR atingiram R$ 460,5 milhões do total liberado para o Estado em 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.