Safra de trigo do Paraná deverá crescer 25% em 2008

A safra de trigo do Paraná poderácrescer para 2,4 milhões de toneladas em 2008, o querepresentaria um aumento de 25 por cento na comparação àcolheita de 2007, quando o maior produtor do Brasil produziu1,92 milhão de toneladas. A informação referente à primeira estimativa para o trigona safra 2008 foi divulgada nesta quarta-feira peloDepartamento de Economia Rural (Deral), órgão do governo doEstado. Com melhores preços do grão, o produtor deverá ampliar aárea plantada em 13,4 por cento, para 951 mil hectares, nacomparação com 2007, informou o Deral. Algumas regiões doEstado começam a plantar trigo neste mês. "Os bons preços estimulam os produtores", disse a agrônomado Deral Margorete Demarchi. A área plantada com trigo, que já superou 1 milhão dehectares em anos passados no Paraná, deverá crescer apesar deum plantio recorde da segunda safra de milho (safrinha), cujospreços também estão elevados. "O milho nunca teve um preço tão bom na boca de safra, ecom a expectativa de uma safra cheia", disse Demarchi. Os preços do milho mudaram de patamar desde que os EstadosUnidos passaram a utilizar o produto como matéria-prima doetanol. Além disso, o consumo brasileiro está crescendofortemente, por parte das indústrias de carnes. O Paraná já plantou 29 por cento dos 1,6 milhão de hectaresestimados para a safrinha, que deve registrar recorde de 6,3milhões de toneladas, se o clima ajudar --a melhor marcaanterior foi obtida em 2002/03 (6 milhões de toneladas). Já a safra de verão também vai muito bem, segundo o Deral,apesar do atraso no início do plantio. A colheita de soja já ocorreu em 17 por cento das lavourasdo Estado, o segundo produtor brasileiro da oleaginosa, e aexpectativa é de uma produção recorde de 12 milhões detoneladas. Em fevereiro, o Deral havia estimado uma safra de soja de11,8 milhões de toneladas, volume semelhante ao obtido em06/07, quando a produção havia batido recorde. A colheita do milho primeira safra já aconteceu em 19 porcento da área do Estado, que deve colher 9 milhões detoneladas, contra 8,9 milhões em 06/07. (Edição de Marcelo Teixeira)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.