SAIBA MAIS-Parlamentares dos EUA consideram U$15 bi a montadoras

Os líderes parlamentares dos Estados Unidos e a Casa Branca estão trabalhando para chegar a um acordo sobre o pacote de ajuda às montadoras norte-americanas de cerca de 15 bilhões de dólares, menos da metade da quantia que as empresas alegaram semana passada precisarem para sobreviver. Qualquer acordo provavelmente incluirá condições para as montadoras receberem os recursos e possivelmente estabelecerá a criação de um "czar dos veículos" do governo para fiscalizar o auxílio, novas lideranças corporativas e concessões adicionais pelo United Auto Workers, sindicato dos metalúrgicos. General Motors, Chrysler LLC e Ford Motor pediram 34 bilhões de dólares ao governo em empréstimos e linhas de crédito nas audiências no Congresso na quinta e sexta-feiras. Mas as montadoras e suas filiais financeiras têm procurado outros fundos do governo. As três montadoras fizeram separadamente pedidos de fundos disponíveis sob empréstimos de 25 bilhões de dólares já apropriados pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos para ajudar as montadoras a cumprirem novas exigências de economia de combustível. GMAC, Ford Motor Credit e Chrysler Financial, braços financeiros das montadoras, estão ainda pedindo o recebimento de status bancários e deixaram claro que vão usá-lo para obter acesso aos empréstimos do Federal Reserve. A Chrysler Financial e a GMAC, ambas controladas pela Cerberus Capital Management, afirmaram que querem uma parte do plano de ajuda financeira de 700 bilhões de dólares, o Troubled Asset Relief Program (Tarp) aprovado em outubro para ajudar a indústria bancária. A seguir estão os detalhes dos fundos procurados por cada montadora. GM: * 12 bilhões de dólares em empréstimos e uma linha de crédito de 6 bilhões de dólares para operações com automóveis. * Pedido de 3,6 bilhões de dólares em empréstimos do Departamento de Energia e planos para um segundo pedido de empréstimo para compensar os custos de reequipagem das fábricas para montagem de carros com consumo mais eficaz de combustível. * A GMAC, na qual a GM tem 49 por cento, afirmou que quer ser considerada como banco para obter parte do pacote de auxílio financeiro de 700 bilhões de dólares. A GMAC não revelou a quantidade que deseja. FORD * 9 bilhões de dólares em linha de crédito para operações com automóveis. * 5 bilhões de dólares em empréstimos do Departamento de Energia. * A Ford Motor Credit, braço de captação financeira da montadora, fez pedido para ser considerada como banco e para receber fundos do Tarp. A quantia não foi revelada. CHRYSLER * Um empréstimo-ponte de 7 bilhões de dólares para suas operações de automóveis. * 8,5 bilhões de dólares em empréstimos do Departamento de Energia. * Seu braço de captação financeira, a Chrysler Financial, pediu licença bancária para receber 3,6 bilhões de dólares do Tarp.

REUTERS

07 de dezembro de 2008 | 19h14

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSSAIBAMAIS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.