Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Salão abre portas em novo round entre Boeing e Airbus

Além dos interesses brasileiros, o Paris Air Show abriu as portas nesta segunda-feira tendo como destaque mais um round da luta das gigantes Boeing e Airbus. A competição foi reforçada pelo primeiro voo do A350, novo avião da companhia europeia, que chega para brigar com o Boeing 787 Dreamliner.

ANDREI NETTO, ENVIADO ESPECIAL, Agencia Estado

17 de junho de 2013 | 17h01

O aparelho dos Estados Unidos volta ao protagonismo depois das dificuldades técnicas no início de 2013 que obrigaram companhias aéreas clientes a suspender os voos. Para deixar para trás a má reputação causada pelos incidentes nas baterias de lítio, o Dreamliner chega a Le Bourget com uma novidade: o 787-10X, uma versão ampliada do mesmo avião, com o objetivo de acomodar até 330 passageiros.

O posto de vedete do evento, porém, dificilmente será roubado do europeu Airbus A-350. O aparelho realizou na sexta-feira, 14, o primeiro voo, de Toulouse, no sul da França, e já computa companhias aéreas interessadas. Airbus tira proveito do sucesso para reforçar a marca. Até o fim de maio de 2013, foram vendidos 493 aviões, e a perspectiva é de que o número possa chegar a 800 até o fim do ano. A expectativa dos organizadores do 50.º salão é de que o recorde de encomendas numa só edição, registrado em 2007, seja quebrado neste ano. Há seis anos, foram assinadas durante a feira 425 encomendas firmes e 303 opções.

Tudo o que sabemos sobre:
Embraerjatosembate

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.