Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Salto alto com amortecedor alivia martírio das mulheres

Desenhista britânica criou salto agulha com tecnologia de amortecimento de impacto que chega ao mercado este ano

Economia & Negócios

09 de junho de 2014 | 12h22

 

SÃO PAULO - A estilista britânica Silvia Fado queria fazer alguma coisa mais emocionante do para o mercado de calçados, por isso resolveu criar sapatos com uma pitada de engenharia.

Ela lançou uma coleção especial de sapatos de salto alto com amortecedores. Os sapatos são parecidos com os saltos de agulha, mas os saltos são equipados com tecnologia de amortecimento hidráulico de impacto, como os amortecedores de veículos.

O sapato chamado "Kinetic Traces" tem molas e sistema pneumático que prometem garantir maior conforto na hora de desfilar os salto altos por aí.

A designer declarou em entrevista à rede ABC News que os saltos podem parecer pouco práticos à primeira vista, mas foram inspirados em conceitos de arquitetura e design funcionais.

"Eu sempre fui atraída pelo design de produto e arquitetura", afirmou ela. "Comecei a olhar para a funcionalidade e movimento durante e achei que a tecnologia poderia aumentar o conforto dos salto altos".

Ao invés de olhar para outros saltos para se inspirar, a desenhista estudou as soluções dos calçados esportivos que absorvem o impacto pesado de um corredor em pavimentos.

Com a ajuda de um arquiteto e de um engenheiro, ela criou um calçado com salto alto, porém confortável.

Os saltos protegem os pés cansados com o sistema de amortecimento. "Pensei em trazer essa ideia para os calçados de moda para aproveitar os benefícios da tecnologia aplicada als saltos".

Como o projeto nasceu como um conceito, os benefícios reais estão ainda terão de ser estudados, admite a designer. Atualmente, os sapatos estão em fase de protótipo. Mas os modelos feitos de madeira, couro e componentes hidráulicos estarão disponíveis no mercado até o final do ano.

Tudo o que sabemos sobre:
ModaSilvia FadoCalçados

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.