Samsung revida e processa Apple por iPhone e iPad

A Samsung entrou com processo contra a Apple pela patente do iPhone e do iPad, após a Apple alegar que os smartphones e tablets da Samsung teriam copiado "escancaradamente" seus produtos.

REUTERS

22 de abril de 2011 | 12h23

O processo ocorre dias antes do lançamento de um novo produto pela Samsung e pode prejudicar os laços de negócios entre as duas empresas, pois a Apple depende da Samsung para fornecer componentes como chips e monitores de LCD.

"A Apple está muito irritada pela rápida ascensão da Samsung em um mercado praticamente criado por ela", disse James Song, analista da Daewoo Securities, nesta sexta-feira.

"É bem ameaçador ver o quão rápido a Samsung está se equiparando, e a Apple pode ter sentido um forte ímpeto de frear a marcha da rival logo quando a Samsung está prestes a lançar um novo smartphone, em maio, antes do novo iPhone."

A Samsung disse, em comunicado, que o iPhone e o iPad infringem 10 patentes de tecnologia móvel da Samsung, pedindo que a Apple pare de copiá-la e que a compense por isso.

A Apple vendeu 18,6 milhões de iPhones somente no último trimestre. Estima-se que a Samsung tenha vendido cerca de 13 milhões de unidades de smartphones entre janeiro e março.

A Apple entrou com processo na última sexta-feira, alegando que a Samsung teria violado patentes e marcas registradas do iPhone e do iPad, enquanto os dispositivos populares da companhia de Steve Jobs são ameaçados pela rápida ascensão de produtos rivais baseados no sistema operacional livre do Google, o Android.

(Por Miyoung Kim)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASSAMSUNGAPPLE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.