Santander adquire 40% de projeto em energia eólica na BA

O Santander Brasil adquiriu uma participação de 40% da BW Guirapá I, que será responsável pela implantação de sete parques eólicos no sul da Bahia. O investimento, feito por meio de uma área do banco espanhol para projetos eólicos, ocorrerá em duas fases, somando até R$ 155 milhões em aportes totais.

ALINE BRONZATI, Agencia Estado

20 de agosto de 2013 | 19h21

"Vamos integrar o bloco de controle da BW Guirapá I em conjunto com a Brazil Wind e o investimento total estimado (Capex) é de R$ 630 milhões", informa o Santander, por meio de nota enviada ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado.

O acordo entre o Santander e a Brazil Wind, que ficará com os outros 60% do projeto, foi fechado em junho e anunciado nesta terça-feira, 20. A Brazil Wind é uma empresa destinada a investimentos eólicos do grupo Brazil Energy, criada em 2000 como uma companhia de investimentos e participações no setor de geração de energia elétrica.

Os parques eólicos da BW Guirapá I serão implementados nos municípios de Pindaí e Caetité, no sul da Bahia. A capacidade instalada será de 170 MW.

Tudo o que sabemos sobre:
Santander

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.