Santander Brasil compra GetNet por R$ 1,104 bilhão

O Santander Brasil assinou o acordo de aquisição das operações da GetNet, uma das maiores empresas de captura e processamento de transações eletrônicas do País, por R$ 1,104 bilhão. Desse total, R$ 1,020 bilhão será pago na data de fechamento do negócio, atualizados pela taxa Selic e R$ 84 milhões pagos em cinco parcelas iguais e anuais, sem atualização.

BETH MOREIRA, Agencia Estado

07 de abril de 2014 | 07h53

Em comunicado ao mercado, o banco informa que o acordo prevê a transferência do controle da totalidade das operações realizadas pela GetNet e suas coligadas, o que inclui: a captura e o processamento de operações com cartões; operações de adquirência; operações de antecipação de recebíveis oriundos dos negócios de adquirência; negócios verticais, os quais compreendem: recarga de telefonia celular, bilhetagem, correspondente bancário; soluções integradas na plataforma de captura; todas as atividades desenvolvidas pela GetNet; e operações de tele atendimento (call center) que dão suporte às atividades de adquirência.

Segundo o banco, após a conclusão da operação, as atividades serão agrupadas sob o comando da empresa Santander GetNet Serviços, que deixará de ser uma joint venture e terá nova composição acionária, com 88,5% de participação do Santander Brasil e 11,5% em nome dos ex-controladores da GetNet.

A implementação da aquisição está sujeita à verificação de determinadas condições precedentes usuais para transações similares, incluindo a aprovação prévia do Banco Central do Brasil e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica.

Segundo o Santander, a compra da GetNet marca um novo ciclo na trajetória do Santander Brasil na área de adquirência e reforça o apoio e o compromisso no Brasil. O Banco atua nesse mercado desde o início de 2010, quando estabeleceu uma parceria com a GetNet para unir os serviços de captura e processamento de transações com cartões às atividades de banco comercial.

O banco informa ainda que a aquisição da GetNet garante ao Santander maior flexibilidade na gestão do negócio de adquirência, sobretudo no tocante às definições de investimentos e estratégia comercial, além de representar ganhos de escala, seja por meio da redução do custo por transação ou pela sinergia na integração das estruturas comercial e operacional.

"Com o amadurecimento da nossa operação e a aquisição da GetNet, nos tornamos ainda mais fortes neste mercado, que é estratégico por sua robustez e pelo potencial de gerar oportunidades na atividade de banco comercial", afirma em nota Pedro Coutinho, Vice-Presidente Executivo de Novos Negócios do Santander Brasil.

O executivo afirma ainda que o conjunto de atividades que irão assumir representam novas possibilidades de abordagem comercial e de diferenciação de serviços, além de oportunidades de fidelidade e retenção de clientes. "Estamos prontos para conquistar mercado e vamos crescer. A aquisição gera novas oportunidades e reforça o objetivo de ampliar nossa operação no País, tanto de forma orgânica como inorgânica."

Tudo o que sabemos sobre:
Santander BrasilGetNet

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.