Santander diz que Grã-Bretanha ultrapassa Brasil como país mais importante

Banco está presente na Argentina, mas disse que não espera um impacto importante na instituição com um possível default

REUTERS

31 de julho de 2014 | 09h58

O banco espanhol Santander, que vinha dependendo fortemente da América Latina, viu o negócio britânico do grupo responder por 20 por cento do lucro no segundo trimestre, ultrapassando o Brasil como país de maior importância.

O lucro do Santander teve um salto de 38 por cento no período graças, em parte, a uma retomada econômica em mercados como a Espanha e a Grã-Bretanha, e o banco disse estar no caminho certo para um crescimento sustentável do lucro.

O lucro líquido da Europa continental, que inclui a Espanha mas exclui a Grã Bretanha, subiu 75 por cento na primeira metade de 2014 ante o ano passado. O avanço contrasta com uma queda de 16 por cento na América Latina, onde um enfraquecimento de moedas também pressionou o lucro.

"Estamos no caminho para um crescimento sustentável em relação ao lucro", disse o presidente-executivo Javier Marin em uma teleconferência com analistas.

"O segundo trimestre destaca a mudança da tendência exibida desde o começo do ano em mercados maduros."

No grupo, o lucro líquido de juros -- ou lucro sobre empréstimos menos custos de financiamento -- subiu 0,4 por cento ante o ano anterior para 7,37 bilhões de euros (9,87 bilhões de dólares) no segundo trimestre, superando previsões de analistas de uma ligeira queda em uma pesquisa da Reuters.

O lucro líquido alcançou 1,45 bilhão de euros, uma alta de 38 por cento ante pouco mais de 1 bilhão de euros no período de abril a junho do ano passado.

O Santander lançou uma oferta para comprar a participação dos acionistas minoritários em sua unidade brasileira listada em bolsa, acrescentando nesta quinta-feira que essa operação caminha para uma conclusão no terceiro trimestre.

O Santander também está presente na Argentina, mas disse que não espera um impacto importante sobre o banco oriundo de qualquer possível default.

(Sarah White e Jesús Aguado)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSBANCOSANTANDERRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.