Divulgação
Divulgação

Santander estuda fazer proposta para comprar HSBC Brasil

Presidente do Santander Brasil disse que o valor de mercado de US$ 4 bilhões do HSBC Brasil é acessível para a instituição

Aline Bronzati , O Estado de S. Paulo

19 Maio 2015 | 12h57

SÃO PAULO - O Santander Brasil estuda fazer uma proposta de aquisição pelo HSBC no País, de acordo com Jesús Zabalza, presidente do banco. A instituição ainda não fez uma proposta, segundo o executivo, e o processo, que está sendo assessorado pelo Goldman Sachs, está no início. "Estamos estudando fazer uma proposta. Ainda não fizemos e não podemos falar por outro banco (HSBC). Não visitamos o data room do banco", disse Zabalza.

Zabalza comentou que o valor de mercado de cerca de US$ 4 bilhões do HSBC Brasil a ser pago por um possível comprador não é exagerado e é acessível para o Santander Brasil. "Para um banco como o Santander, não é nada exagerado. É um valor acessível", afirmou ele, em coletiva de imprensa nesta terça-feira, 19, para anúncio de uma plataforma para pequenas e médias empresas.


Questionado sobre o que despertaria mais interesse no HSBC Brasil ao Santander, Zabalza disse que a participação de 3% do banco no País é relevante e, por isso, interessa. O banco está, segundo ele, estudando fazer uma proposta pela instituição, mas não comentou prazos nem valor a ser ofertado pelo ativo.

"Estamos estudando fazer uma proposta. Ainda não fizemos e não podemos falar por outro banco (HSBC). Não visitamos o data room do banco. Vamos seguir o cronograma acertado", disse Zabalza.

Segundo ele, o Santander Brasil vai olhar todas as oportunidades de aquisições no Brasil ainda que seu foco seja crescimento orgânico. "Temos capital para crescer com clientes. Nosso foco é orgânico. Temos agenda recorrente e orgânica no Brasil e responsabilidade de olhar todas as oportunidades", disse Zabalza.

Os grandes bancos estão entre os potenciais interessados na aquisição do HSBC Brasil já que o foco do banco é o varejo brasileiro. Além disso, chineses e outros estrangeiros também já teriam olhado a operação, conforme fontes. As propostas pelo HSBC Brasil devem ser enviadas até o mês que vem, segundo fontes, e a venda deve ser concluída até agosto próximo.

Mais conteúdo sobre:
economiaHSBCSantander

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.