Santander libera R$ 2 bi para 13º salário de PMEs

O Santander vai disponibilizar R$ 2 bilhões para apoiar pequenas e médias empresas (PMEs) no pagamento do 13º salário de funcionários. O crédito será oferecido pela linha chamada Giro Bonificado, beneficiando o bom pagador com até quatro parcelas bonificadas. As taxas líquidas cobradas nessa linha partem de 1,07% ao mês. Nos últimos dois anos, a carteira de crédito às PMEs cresceu 30,8% no Santander.

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

05 de setembro de 2013 | 18h56

Para o empresário se beneficiar da bonificação ele precisa liquidar suas parcelas no dia exato do vencimento, nem antes, nem depois. Nas contratações de giro bonificado em 18 parcelas, o empresário pode ter até duas parcelas bonificadas, sendo uma por pontualidade no pagamento e a segunda se a taxa do CDI acumulado e anualizado ficar abaixo da taxa contratada pelo cliente, ou seja, por condição de mercado. Nas contratações de giro bonificado em 24 parcelas, a bonificação é de duas parcelas, chegando a três pelo critério de condição do mercado; e nas contratações de giro por 36 parcelas, a bonificação é de três parcelas atingindo quatro parcelas também por condição de mercado.

"Temos forte compromisso com o crescimento do Brasil e acreditamos que as PMEs são fundamentais nesse processo. Vamos investir de maneira constante no segmento", disse Jesús Zabalza, presidente do Santander Brasil, em nota à imprensa.

O banco informa ainda que as contratações de giro bonificado em 36 parcelas estarão disponíveis a partir da semana que vem, conforme a aprovação do crédito.

Tudo o que sabemos sobre:
Santander

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.