Sany inicia produção em São José dos Campos-SP

A Sany, uma das maiores fabricantes mundiais de guindastes, escavadeiras, caminhões para mistura e transporte de concreto e máquinas para colocação de estacas, iniciou oficialmente ontem a produção na sua planta de São José dos Campos, interior de São Paulo, localizada provisoriamente num galpão alugado, no distrito de Eugênio de Melo.

JOÃO CARLOS DE FARIA, Agencia Estado

19 de janeiro de 2011 | 18h12

A empresa, de origem chinesa, pretende investir em cinco anos cerca de US$ 100 milhões, gerar cerca de 1.100 empregos e faturar US$ 500 milhões.

A vinda da Sany para São José dos Campos foi definida em junho do ano passado e foi cercada de expectativas, uma vez que outras quatro cidades no próprio Vale do Paraíba e uma na região de Campinas estavam interessadas na sua instalação. O vice-presidente de manufatura e infraestrutura da empresa, David Cui, disse, na ocasião, que São José dos Campos foi escolhida tendo em vista fatores como a facilidade logística para o escoamento de mercadorias produzidas pela nova indústria.

A unidade da Sany na cidade vai produzir maquinário para o mercado brasileiro e latino-americano. Cada máquina custa cerca de R$ 400 mil. A nova planta terá uma linha de montagem de CKDs, de produtos como bombas para concretagem, utilizados na construção civil e, futuramente, de veículos utilizados na fabricação de cimento.

A produção de escavadeiras deve começar em março deste ano e a capacidade de produção está avaliada em cerca de 500 escavadeiras hidráulicas por ano. Também em março a indústria deverá lançar o primeiro guindaste produzido na unidade brasileira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.