São Martinho e Cosan fecham parceria para logística

O grupo São Martinho e a Rumo Logística, braço logístico da Cosan anunciaram ontem parceria em um projeto de embarque e transporte ferroviário de açúcar do interior de São Paulo até o porto de Santos que irá reduzir os custos logísticos de transporte da commodity em cerca de 20%. O potencial da parceria é de embarque e transporte de 2 milhões de toneladas de açúcar na safra 2011/12.

EDUARDO MAGOSSI, Agencia Estado

25 de março de 2010 | 10h58

Segundo o presidente do Grupo São Martinho, Fábio Venturelli, o acordo prevê a utilização do terminal de embarque de açúcar da São Martinho existente em Pradópolis, região de Ribeirão Preto, para fazer a captação do açúcar produzido na região. "Hoje o terminal é utilizado apenas para embarcar o açúcar da São Martinho, mas possui uma capacidade excedente que será utilizada agora", disse. O terminal da São Martinho possui capacidade de armazenagem estática de 220 mil toneladas, 10% do volume anual esperado. Além disso, também possui um pátio com espaço para cerca de 100 vagões ferroviários.

Pelo acordo, o terminal da São Martinho - localizado na linha férrea da ALL, parceira da Rumo - irá receber o açúcar de usinas da região e embarcá-lo nos vagões da Rumo até o porto de Santos. A expectativa é de que do total de açúcar embarcado no terminal da São Martinho um terço seja de produto da empresa, um terço de usinas da Cosan e um terço de outras empresas. "O terminal da São Martinho e o potencial logístico da Rumo são complementares em um projeto que trará redução de custos e também de tempo", afirma o presidente da Rumo, Julio Fontana Neto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.