Sarkozy pede que Grécia implemente reformas rapidamente

Presidente da França disse ainda que pretende se reunir com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, para discutir novas formas de lidar com a crise da zona do euro

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado,

30 de setembro de 2011 | 14h48

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, pediu à Grécia que implemente com rapidez as reformas necessárias para colocar as finanças públicas em ordem e disse que pretende visitar a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, na próxima semana para discutir novas formas de abordar a crise das dívidas soberanas da zona do euro.

"Eu pedi ao primeiro-ministro da Grécia para que ele adotasse as reformas com as quais ele havia se comprometido. Tenho consciência do sofrimento dos gregos nos últimos anos, mas as reformas no país estão atrasadas há muito tempo", disse Sarkozy a repórteres após uma reunião com George Papandreou, o primeiro-ministro grego.

Papandreou, que também falou com a imprensa após o encontro com Sarkozy, disse que a Grécia está determinada em fazer "as mudanças necessárias" e acrescentou que o país honrará seus compromissos.

O presidente da França deve ainda se encontrar no dia 8 com a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional, Christine Lagarde, de acordo com o site da presidência da França. Nenhuma autoridade foi encontrada, no entanto, para detalhar o encontro. As informações são da Dow Jones.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
sarkozyreuniãomerkel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.