Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Seae dá aval à joint venture de peça de veículo elétrico

O Ministério da Fazenda recomendará ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) a aprovação sem restrições da criação da joint venture EM-motive GmbH, com sede na Alemanha, entre as companhias Robert Bosch e Daimler. A nova empresa atuará na fabricação de peças e acessórios para o sistema motor de veículos de passageiros e comerciais leves totalmente elétricos.

CÉLIA FROUFE, Agencia Estado

21 de julho de 2011 | 14h56

Segundo o parecer da Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae) do Ministério da Fazenda, a operação não acarretará sobreposição horizontal, pois a Daimler não desenvolve motores elétricos. Também não há sobreposição vertical, pois as empresas não desenvolvem veículos elétricos no País. Apesar de a joint venture ter sede na Alemanha, as empresas que participam do negócio precisam notificar a operação às autoridades brasileiras porque possuem atividade no Brasil.

O parecer segue agora para a Secretaria de Direito Econômico (SDE) do Ministério da Justiça. Se houver concordância em relação à recomendação, seguirá para o Cade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.