Segunda revisão do PIB dos EUA mostra alta de 1,9% no 1º tri

Apesar do número final não ter mudado, o relatório do governo mostra algumas revisões, como a alta de 4,2%das exportações contra o número anteior de 7,2%

Álvaro Campos, da Agência Estado,

28 de junho de 2012 | 09h41

O Departamento do Comércio dos EUA divulgou hoje sua segunda revisão para o crescimento da economia do país no primeiro trimestre deste ano. O governo afirma que o PIB cresceu a uma taxa anual de 1,9% nos primeiros três meses de 2012, exatamente em linha com a previsão dos analistas ouvidos pela Dow Jones. Mas a leitura final do PIB mostra uma desaceleração em relação ao quarto trimestre do ano passado, quando o crescimento anual foi de 3,0%.

Apesar do número final para o crescimento econômico não ter mudado, o relatório do governo mostra algumas revisões. A expansão das exportações foi revista para 4,2%, da alta de 7,2% estimada anteriormente. O crescimento dos gastos dos consumidores foi revisto para 2,5%, de 2,7%. E os gastos do governo tiveram uma queda de 4,0% no período, um pouco acima da retração de 3,9% estimada anteriormente.

Já os investimentos das empresas foram revisados para alta de 3,1%, do ganho de apenas 1,9% estipulado anteriormente para os chamados investimentos fixos não residentes. Já o avanço das importações foi revisto para 2,7%, de 6,1%.

O governo também reviu suas estimativas para o lucro das empresas. Agora a leitura para esses resultados - após impostos e sem ajustes para estoques e consumo de capital fixo - é de crescimento de 10,1% ante o trimestre anterior, em vez da alta de 11,7%. Na comparação com o primeiro trimestre do ano passado, o avanço é de 13,1%. As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEUAPIB*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.