Seguros de pessoas crescem 13% e giram R$ 10 bi em 2010 até agosto

Carteira do segmento de vida acumula R$ 706,7 milhões em prêmios, alta de 38% 

Agência Estado

22 de outubro de 2010 | 13h19

Os seguros de pessoas, que incluem apólices de vida, acidentes pessoais, viagens e proteção contra inadimplência em empréstimos, movimentaram R$ 10,1 bilhões no acumulado do ano, até agosto, expansão de 13,4% na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo dados divulgados nesta sexta-feira, 22, pela Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi).

O seguro de vida individual acumulou R$ 706,7 milhões em prêmios, alta de 38%. Na avaliação da Fenaprevi, o maior volume de vendas de seguros de vida individual deve-se ao aumento de renda e oferta de crédito, principalmente para as classes C e D, que ascenderam e estão tendo mais acesso ao consumo.

O maior crescimento ficou com o seguro para viagens, com expansão de 150% e prêmios de R$ 24 milhões. Os seguros prestamistas (que protegem contra inadimplência em empréstimos e financiamentos) cresceram 20,56% no acumulado e movimentaram R$ 2,1 bilhões.

Considerando somente os dados de agosto, os seguros de pessoas movimentaram R$ 1,3 bilhão, crescimento 15,29% na comparação com o mesmo mês de 2009.

 
Tudo o que sabemos sobre:
segurosprevidênciafenaprevi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.