Sem acordo, Vale anuncia fim de negociação com Xstrata

Sem conseguir um acordo para comprara mineradora Xstrata, a Vale anunciou nesta terça-feira queencerrou as negociações para aquisição da companhiaanglo-suíça. "A Vale entende que essa oferta criaria considerável valorpara os acionistas de ambas empresas. No entanto, não foialcançado acordo entre as partes, o que acarretou noencerramento das negociações", informou a empresa em umcomunicado. A Vale havia feito uma oferta para adquirir 100 por centoda Xstrata, e o pagamento seria feito em dinheiro e ações. A mineradora brasileira afirmou ainda que dentro da Regra2.8 do City Code on Takeovers and Mergers, do Reino Unido,reserva-se "o direito de anunciar uma oferta ou possíveloferta, ou ainda fazer ou participar de uma oferta ou possíveloferta pela Xstrata", dentro de algumas condições, caso hajarecomendação positiva ou acordo com o Conselho de Administraçãoda Xstrata. Isso poderia ocorrer dentro do prazo de seis meses. Mais cedo, em um evento em São Paulo, opresidente-executivo da Vale, Roger Agnelli, afirmou que anegociação com a mineradora Xstrata estava difícil de serfinalizada porque as duas empresas não queriam abrir mão dealgumas questões que consideram fundamentais, como o direito decomercialização sobre os produtos. "A Xstrata é uma tremenda empresa gerida por um grandeprofissional que é o Mike Davis, a Glencore é uma grandetrading gerida por um cara muito especial, que é o Ivan(Glasenberg), eles não gostam de ceder em nada. Eu não sou tãobrilhante assim, mas também não gosto de ceder...", disseAgnelli. A Glencore é a principal acionista da Xstrata . Após receber o prêmio "Personalidade de Vendas" de 2007, daAssociação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil(ADVB), Agnelli afirmou, ao ser questionado se os executivos daXstrata estariam mais flexíveis, que a questão seria criar umnegócio que atendesse as duas partes. "Qualquer negociação em qualquer lugar do mundo, para serbem-sucedida, a parte de lá tem que sair um pouco triste e aparte de cá tem que sair um pouco triste", disse mais cedoAgnelli. A Vale afirmou ainda no comunicado que se reserva o direitode anunciar uma oferta caso haja um anúncio de "possível ofertaou firme intenção de uma oferta por terceiros pela Xstrata ou aXstrata anuncie que recebeu uma proposta ou foi consultada poruma terceira parte para uma possível proposta". O direito de realizar uma oferta também valeria se aXstrata anunciar "uma operação reversa de compra (reversetakeover) ou uma operação whitewash, dentro da Regra 9 do CityCode; ou caso haja uma mudança material nas atuaiscircunstâncias". (Por Daniela Machado e Roberto Samora; edição de DeniseLuna)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.