Toyota
Toyota

Sem peças, Toyota vai parar fábrica do Corolla por dez dias

Montadora diz que a interrupção se tornou ‘inevitável’ apesar dos esforços para lidar com a escassez de componentes

Eduardo Laguna, O Estado de S.Paulo

13 de setembro de 2021 | 17h30

SÃO PAULO - A Toyota informou nesta segunda-feira, 13, que vai parar por dez dias do mês que vem a fábrica onde produz o sedã Corolla, em Indaiatuba, no interior de São Paulo, por falta de peças.

A produção no local será interrompida entre 13 e 22 de outubro, quando os funcionários entram em férias coletivas. Como há um fim de semana ao término desse período, o retorno às atividades só vai acontecer em 25 de outubro.

Em nota, a montadora diz que a parada tornou-se “inevitável” apesar de todos os esforços para gerenciar a falta de insumos. Não esclarece, porém, quais componentes estão em falta na linha do Corolla.

Segundo a Toyota, a produção continua na fábrica de Sorocaba, que chegou a ser paralisada, também por dez dias, por falta de peças em agosto, assim como nas unidades de São Bernardo do Campo, onde produz peças, e Porto Feliz (motores).

A falta de componentes tem prejudicado a produção da indústria automobilística, de acordo com a Anfavea, entidade que representa as empresas. Em agosto, a fabricação de veículos teve o pior resultado para o mês em 18 anos.

No total, apenas 164 mil unidades foram montadas no País, um número 21,9% menor do que no mesmo mês do ano passado. Sobre o mês de julho deste ano, a produção ficou estável, com crescimento de 0,3%. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.