Senado dos EUA pode votar em ‘plano B’ para dívida no dia 26

Segundo o deputado democrata, Steny Hoyer, votação ocorrerá para garantir que o teto da dívida norte-americana seja elevado antes do prazo final, no dia 2 de agosto

Danielle Chaves, da Agência Estado,

19 de julho de 2011 | 15h04

O deputado democrata Steny Hoyer disse nesta terça-feira, 19, que recebeu informações de que o Senado poderá iniciar discussões processuais sobre um "plano B" para garantir que o teto da dívida dos EUA seja elevado antes do prazo final, no dia 2 de agosto. Uma possível votação poderia ocorrer no dia 26 de julho, segundo o deputado.

Hoyer afirmou que não tem certeza se o plano B seria aprovado pelo Senado. O deputado acrescentou que também não sabe se os líderes republicanos permitirão uma votação da proposta na Câmara nem se tal plano receberia apoio na Câmara.

O plano B prevê três elevações separadas no teto da dívida dos EUA entre o início de agosto deste ano e o fim de 2012, em vez de um único grande aumento acompanhado de um pacote de redução do déficit. Esse plano foi proposto na semana passada pelo líder da minoria republicana no Senado, Mitch McConnell. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
euadividatetosenadovotaçãoplano b

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.