Senador diz que ferrovia vai garantir aumento da produção agrícola

Rio, 3 - O desenvolvimento das ferrovias no País será fundamental para garantir o esperado crescimento de 10% na produção de soja a cada ano e para reduzir os custos das exportações dos produtos agrícolas, disse o senador Delcidio Amaral (PT-MS). Em palestra em seminário sobre ferrovias no Rio, ele disse que pesquisa de uma universidade americana mostrou que enquanto o custo de levar a soja de Roterdã para os Estados Unidos é de US$ 30/tonelada, no caminho Brasil-EUA o custo chega a US$ 61/tonelada. "Se o governo Lula precisa de uma marca é a infra-estrutura, que é o maior gargalo do País", disse. Amaral chamou atenção também para a necessidade de estabilidade de regras e redução do custo de capital para investimentos ferroviários e em infra-estrutura em geral no Brasil. Segundo ele, as ferrovias representam hoje apenas 24% dos modais de transporte no País, ante 61% das rodovias, o que, na sua avaliação, é incompatível com as dimensões continentais do Brasil. Como exemplo, ele citou que apenas 10% das exportações de açúcar são feitas via ferrovia. Além disso, segundo Amaral, as rodovias brasileiras estão ruins ou deficientes em 78% da sua extensão, o que, segundo ele, sublinha a necessidade de solução dos gargalos atuais da infra-estrutura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.