S&P corta rating de títulos híbridos do Banco do Brasil

A Standard & Poor''s cortou o rating de títulos híbridos perpétuos do Banco do Brasil, de BB- para B+. Em nota, a agência de classificação de risco atribuiu a decisão ao fraco nível de capital da instituição. Segundo a S&P, o capital principal do BB caiu para 7,8% em março, de 8,2% no final de 2013.

SERGIO CALDAS, Agencia Estado

22 de maio de 2014 | 08h53

"Considerando nossa projeção para o crescimento e lucratividade, além de exigências de capital mais severas, não esperamos que o capital principal do banco se recupere nos próximos 18 a 24 meses", disse a S&P. "Na nossa visão, isso aumenta o risco de cancelamento desses instrumentos", acrescentou. No Brasil, títulos podem ser cancelados quando o capital principal de um banco chega a 5,125%.

Tudo o que sabemos sobre:
Banco do BrasilS&P

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.