S&P pede que processo contra a agência seja arquivado

A agência de classificação de risco Standard & Poor''s pediu a um juiz norte-americano que arquive o recente processo judicial contra a companhia, em meio a uma batalha sobre quem foi responsável por bilhões de dólares em perdas sofridas por investidores durante a crise financeira.

Agencia Estado

22 de abril de 2013 | 17h08

O Departamento de Justiça processou a S&P no dia 4 de fevereiro, alegando que a maior companhia de avaliação de risco do mundo cometeu fraude ao afirmar erroneamente que seus ratings foram independentes e objetivos.

A agência reagiu com uma resposta legal ao governo federal nesta segunda-feira, 22, e seus advogados basearam a defesa em uma recente decisão judicial dos EUA que define que comentários de independência e objetividade não são destinados a serem levados em consideração pelos investidores.

"O governo simplesmente escolheu ignorar a opinião de uma corte, anunciada somente seis semanas antes de o governo entrar com seu processo, de que as mesmas afirmações da S&P apontadas pelo governo não podem ser usadas como base para fraude sob a lei federal. Os ratings da S&P foram objetivos, independentes e não sofreram influência de conflitos de interesse, mas isso nem vem ao caso", escreveram os advogados da agência. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
S&Pprocessoarquivamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.