Siderúrgicas chinesas aceitarão reajuste de 95% da Rio Tinto

Pequenas siderúrgicas chinesasaceitarão um aumento de 95 por cento no preço do minério deferro vendido pela Rio Tinto, mas produtoras de aço de maiorporte como a Baosteel estão ainda buscando um acordo melhor,disseram fontes da indústria nesta terça-feira. Expectativas de mercado eram de aumentos de cerca de 85 porcento e uma alta maior ainda deve resultar provavelmente em umapreços maiores para o aço. "Siderúrgicas chinesas menores aceitarão o aumento de 95por cento da Rio. Elas realmente não têm qualquer escolha",disse uma fonte da indústria de aço chinesa à Reuters, duranteconferência em cingapura. "Mas a Baosteel não. Eles estão sob muita pressão dogoverno e vão se manter firmes." Um importante operador de minério de ferro de uma companhiaestatal chinesa afirmou: "É muito provável que algumassiderúrgicas pequenas aceitarão o aumento de 95 por cento...Mas eu não creio que as grandes aceitarão um reajuste acima de85 por cento." Os fretes elevados cobrados no mundo tornam o minério deferro australiano comparativamente mais barato para compradoresasiáticos que o produto despachado do Brasil. Por conta disso,mineradoras australianas estão pedindo preços maiores. "Este aumento não somente reflete um prêmio sobre o frete,como também pode refletir um pouco de pânico depois de umaexplosão de gás na Austrália que está gerando preocupação sobrea produção de minas no oeste da Austrália", disse John Meyer,diretor de recursos naturais da britânica Fairfax. Na semana passada, a Apache Energy cortou suprimentos degás para a região oeste da Austrália depois de uma explosãoseguida de incêndio nas instalações da Varanus Island. Esse corte reduziu o fornecimento de gás para o Estado em30 por cento e forçou mineradoras e produtores de metais aalternarem para fontes alternativas de energia. Meyer informou que o governo chinês tentará segurar ospreços, mas uma inflação nos preços dos metais na China éinevitável. A Vale já definiu reajustes em contratos anuais comcompradores asiáticos em patamares cerca de 70 por cento acimado acertado no ano passado, mas Rio Tinto e BHP Billiton, quejunto com a Vale dominam o mercado global de minério de ferro,estão pedindo mais. A Rio Tinto não comentou o assunto.

REUTERS

10 de junho de 2008 | 08h09

Tudo o que sabemos sobre:
SIDERURGIACHINAAUMENTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.