Siemens deixará de ser listada nas bolsas de Londres e da Suíça

Segundo a companhia alemã, o volume negociado em ambos os mercados não respondem nem mesmo a 4% de seu volume de negócios global

REUTERS

09 de setembro de 2014 | 10h23

O grupo alemão de engenharia Siemens vai deslistar suas ações das bolsas de valores de Londres e da Suíça por causa do baixo volume de negociação, disse a companhia nesta terça-feira.

"Após o fechamento de capital da Siemens ADS da bolsa de Nova York em meados de maio de 2014, e da revogação do registro na Securities and Exchange Commission (regulador de mercado dos EUA) em agosto, a deslistagem das bolsas de valores da Suíça e Londres é o próximo passo lógico", disse o diretor financeiro da empresa, Ralf Thomas, em um comunicado.

A Siemens afirmou que o volume negociado em Londres em 2013 respondeu por menos de 3 por cento do seu volume global de negócios, enquanto na bolsa suíça SIX a representatividade foi inferior a 1 por cento.

A companhia disse que a deslistagem da London Stock Exchange deve ocorrer no início de outubro, com a deslistagem da SIX em janeiro de 2015, no mínimo.

(Por Georgina Prodhan)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASSIEMENSBOLSAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.