Siemens oferecerá 1,3 bi de euros por Ansaldo Energia--fontes

A Siemens irá fazer uma oferta de cerca de 1,3 bilhão de euros (1,6 bilhão de dólares) pela Ansaldo Energia para ampliar seu alcance no mercado de turbinas de gás, disseram dois profissionais do mercado familiares com a estratégia da empresa alemã.

ARNO SCHUETZE E MARILYN GERLACH, Reuters

20 de julho de 2012 | 13h42

A Ansaldo Energia, uma joint venture entre o grupo italiano Finmeccanica e o fundo dos Estados Unidos First Reserve, também faz turbinas a vapor e geradores para o mercado de energia.

A Finmeccanica, que disse anteriormente que estava buscando vender ativos de cerca de 1 bilhão de euros, não comentou no início deste mês notícias de que estava negociando com grupos incluindo a Siemens pelo negócio de energia, e Hitachi pelo negócio de sinalização ferroviária.

Tanto a Finmeccanica quanto a Siemens não quiseram comentar o assunto nesta sexta-feira.

O fundo norte-americano First Reserve comprou 45 por cento da Ansaldo Energia no ano passado, em um negócio que avaliou a empresa em 1,2 bilhão de euros. O fundo tem a opção de compra da participação restante caso a Finmeccanica decida vendê-la.

Para a Siemens, a Ansaldo Energia seria seu maior negócio desde que comprou a empresa de diagnósticos Dade Behring, dos Estados Unidos, por 6 bilhões de dólares em julho de 2007.

(Por Jens Hack em Munique; Stefano Bernabei em Roma e Philip Baillie em Milão)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIASIEMENSANSALDOLEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.