SIG Combibloc vai investir R$ 100 mi no Brasil

A SIG Combibloc, concorrente da Tetra Pak no mercado de embalagens cartonadas, vai investir mais R$ 100 milhões no Brasil. Depois de anunciar, no ano passado, a expansão da unidade de Campo Largo (PR), menos de seis meses após o início das operações locais, a companhia parte agora para a instalação no País de sua primeira linha de laminação. O projeto permitirá à fabricante nacionalizar uma etapa do processo de produção de embalagens longa vida.

AE, Agencia Estado

31 Outubro 2012 | 10h41

A decisão tomada há poucas semanas também deverá beneficiar empresas nacionais das áreas de papel, plástico e alumínio, potenciais fornecedoras da SIG. De acordo com o diretor-presidente da SIG Combibloc América do Sul, Ricardo Rodriguez, a unidade de laminação, onde as matérias-primas são convertidas no material que compõe a embalagem cartonada, vai operar a partir de meados de 2014. ?Com este projeto, vamos ultrapassar 100 milhões de euros em investimentos na unidade do Paraná até 2014?, disse, em entrevista à Agência Estado.

O montante já supera a previsão inicial da companhia, de aportar 90 milhões de euros no Paraná. Outra diferença é o prazo do investimento. Inicialmente, a SIG pretendia injetar o total até 2016, mas o projeto foi antecipado em dois anos por causa da expansão da demanda doméstica. Nesse escopo estava a linha de laminação, cujo cronograma também previa operações apenas em 2016.

O primeiro passo da SIG no Brasil foi dado em junho do ano passado, com a unidade paranaense preparada para produzir 1 bilhão de unidades anuais. Em dezembro, a direção global da SIG aprovou a triplicação da fábrica, projeto cuja conclusão está prevista para meados de 2013. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Mais conteúdo sobre:
SIG CombiblocinvestimentoBrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.