Soja: Argentina exporta menos grão e farelo e mais óleo em julho

São Paulo, 24 - A Argentina exportou 937.855 toneladas de soja em julho, 46% menos que as 1.742.138 t embarcadas no mesmo período em 2003, informou hoje a Secretaria de Agricultura do país. Os embarques foram menores por conta da redução das compras da China, que adquiriu 545.837 t de soja argentina em julho, 60% menos que as 1.359.192 t compradas em julho de 2003. O Chile foi o segundo maior cliente de soja do país, com a aquisição de 68.043 t, ante 19.517 t no ano passado. A Argentina é o terceiro maior produtor e exportador de soja do mundo atrás de Estados Unidos e Brasil. Já as exportações de óleo de soja tiveram bom desempenho em julho. A Argentina vendeu 526.428 t do produto no mês, quase 10% mais que as 479.428 t embarcadas em julho de 2003, segundo dados da Secretaria. A China importou 248.510 t do total, 24% mais que as 200.743 t compradas um ano antes. A Índia veio em segundo lugar, com aquisições de 123.049 t, ante 111.438 t em 2003. A Argentina também exportou 1.599.133 toneladas de farelo de soja em julho, 6,7% menos que as 1.713.994 t em julho do ano passado. O principal comprador foi a Espanha, com 157.530 t, ante 202.585 t compradas em julho de 2003. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

24 de setembro de 2004 | 18h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.