Soja: Paraná tem maior número de focos de ferrugem asiática

São Paulo, 21 - Levantamento do Consórcio Anti-ferrugem, coordenado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, identificou a ocorrência da ferrugem asiática da soja em 9 estados brasileiros (MT, PR, RS, MA, GO, MS, MG, SP e DF) e 81 municípios. Desse total, apenas 27 focos são em lavouras comerciais, os outros são em soja voluntária ou em unidades de alerta, áreas em que a soja foi semeada precocemente, justamente para detectar a presença do fungo na região. O Consórcio acaba de identificar o primeiro foco do fungo causador da ferrugem, na região de Brasília, no Distrito Federal. Entre os 9 estados em que foi identificada a ferrugem, o Paraná é o que tem maior número de focos: são 34 municípios. "É importante que os produtores intensifiquem o monitoramento em suas áreas e fiquem atentos às informações sobre novos focos da ferrugem. O controle adequado do fungo vai colaborar a evitar perdas", explica o pesquisador Ademir Henning, da Embrapa Soja, membro do Consórcio Anti-ferrugem. A relação de municípios em que há focos de ferrugem, o mapa com os locais onde há ocorrência da doença, assim como dados relativos ao controle da doença, entre outros, estão disponíveis no Sistema de Alerta: www.cnpso.embrapa.br/alerta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.